• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Ecossistema

  • Jomara Fernandes

Por que não é fácil estar e permanecer conectado ao propósito?

Atualizado: 9 de Jan de 2019


Como falamos semana passada, propósito está relacionado com nossa essência, porém, nem sempre é fácil permanecermos conectados a ela. Vamos analisar algumas possibilidades do porquê isso acontecer.

Partimos do pressuposto que cada indivíduo é um ser único, dotado de preferências, dons e talentos. Que ao serem educados em um seio familiar e em um contexto sociocultural, são programados e condicionados, a partir de situações vividas e visões de mundo daqueles que os rodeiam.

Embora na fase de individuação comecem a tirar cada uma dessas camadas, os registros que temos são tão profundos e tão inconscientes que esse é, normalmente, um exercício para uma vida toda.

Ao empreendermos a jornada de conexão com o propósito, às vezes nos deparamos com algumas dessas programações ou condicionamentos que, além de não fazerem parte da nossa essência, nos afastam dela. Já falamos disso aqui no blog em A arte de nos manter conectados ao propósito.

Por esse motivo desenvolvemos o Purpose Mentoring que é um processo de mentoria, que aborda conceitos teóricos juntamente com exercícios práticos, que ajudam o participante a ter maior clareza e discernimento para perceber o que especificamente está fazendo-o se desconectar de seu propósito.


Vamos contar histórias...

Um cliente trabalhava há muito tempo na área de informática e um dia se percebeu insatisfeito no trabalho, e acreditou que precisava mudar de área. Quando já estava prestes a mudar de emprego, fez uma análise de papéis e descobriu que o problema não era a informática, mas sim o papel que ele estava exercendo.

Ele havia deixado de ser programador (que era o que ele tinha dom, talento e paixão) para se tornar gerente de projeto. São dois papéis diferentes dentro de uma mesma área de atuação: em um papel ele se sentia conectado e inteiro, em outro, desconectado e vazio.

Ou seja, graças a uma análise sistêmica sobre os papéis que estava desempenhando em sua vida, ele evitou um erro e voltou a se conectar apenas fazendo um pequeno ajuste. Hoje ele continua na mesma empresa, feliz e com uma carreira brilhante.


Outra trabalhava em uma empresa na qual ela conseguia fazer exatamente o que sentia ser o seu propósito, porém estava infeliz e chegou a acreditar que estava enganada quanto ao que era o seu propósito.

Em uma análise de valores pessoais e organizacionais, ela percebeu que o que estava deixando-a infeliz era a liderança do contexto organizacional no qual ela estava inserida, que lhe causava grande nível de entropia.

O resultado é que ela mudou de organização, permanecendo no que acreditava ser o seu propósito, tornando-se inclusive parceira da antiga empresa na qual era funcionária.


O terceiro exemplo é sobre perfil comportamental. Uma pessoa a partir da conexão com seu propósito, resolveu empreender. Quando o negócio dela começou a prosperar, consequentemente a aumentar a demanda, ela se desestruturou internamente gerando consequências negativas em seu negócio.

Após uma análise de perfil, foi percebido que o comportamento natural dela era analítico e por necessidade do negócio ela estava tendo que exercitar um comportamento muito mais social – exigindo comunicação e extroversão – que analítico, deixando de lado o que ela era boa e sabia fazer muito bem.

Resultado: fez parceria com uma amiga e agora cada uma é responsável por uma área do negócio conforme suas preferências comportamentais.


Esses são apenas três exemplos de como é preciso aprofundar em certos aspectos quando tratamos de propósito.

Além de papeis, valores e perfil comportamental, o Purpose Mentoring, trabalha crenças e os aspectos das mudanças comportamentais.

Enfim, o Purpose Mentoring visa ajudar a andarmos por outras ruas, quando sabemos que na rua que costumávamos andar tem um buraco.


Texto das figuras - Autobiografia em 5 atos de extraído de “O Livro Tibetano do Viver e do Morrer” de Sogyal Rinpoche, Editora Talento.


30 visualizações