Exercício para ressignificar crenças limitantes


Escrevemos esse post, à princípio, para as pessoas que nos ajudaram colaborando para a validação da ferramenta Avaliação dos Medos Subconscientes do Ego (AMSE). Se você chegou aqui por outros caminhos (rs...) e quiser conhecer os medos inconscientes do seu ego, clique aqui e responda com o máximo de sinceridade e tranquilidade possível.

Após ter respondido o questionário, ter recebido o relatório com o seu resultado, possivelmente você já perceberá pistas de algumas crenças limitantes que atrapalham o seu pleno desenvolvimento.

O exercício que propomos para você é bem simples e tem o objetivo de lhe ajudar a entrar em contato com as crenças que você quer ressignificar.

Mas... Antes de começarmos, vamos conversar um pouco sobre crenças...

Crenças, principalmente as provenientes de medos inconscientes, são registros que foram feitos pelo nosso sistema como proteção diante de alguma ameaça. A maioria desses registros aconteceram nos primeiros anos de vida, durante nossa infância e adolescência.

Esses registros estão tão profundamente arraigados no nosso subconsciente que se repetem como programações automáticas e orientam muitas de nossas ações. O motivo dessa repetição está ligado a proteção, isto é, a ação provocada por esse registro nos manterá sãos e salvos.

Desta forma, há uma intenção positiva voltada à proteção diante de alguma ameaça (real ou imaginária, presente ou passada). Logo, para trabalharmos essa crença, precisamos manter todos os seus ganhos (a intenção positiva).

Mãos à obra!

Pegue um papel e desenhe o quadro abaixo.


No espaço 1 escreva sua crença.

No espaço 2, responda a seguinte pergunta: o que você ganha acreditando nessa crença?

No espaço 3, responda: o que pode acontecer de ruim, daqui a 5 a 10 anos, se você continuar acreditando nessa crença?

No espaço 4, responda: que experiências negativas você já teve por acreditar nessa crença? No espaço 5, responda: quando você lê sua crença, que emoções positivas você sente?

Agora pare, respire um pouco... Releia sua crença. Releia todas as suas respostas. Verifique se tem algo para complementar e continue!

No espaço 6, você vai responder: o que você está valorizando quando acredita em sua crença? No 7, responda: o que pode acontecer de bom, daqui a 5 ou 10 anos, se você continuar acreditando nessa crença?

No 8: que experiências positivas você teve por acreditar em sua crença?

Finalmente, no 9, responda: quando você lê sua crença, que emoções negativas você sente?

Para novamente, respire mais um pouco e observe as duas colunas de respostas.

Após esse tempo de observação, escreva outra frase no quadro 1 que você goste, que faça sentido para você e lhe garanta todos os ganhos positivos da primeira coluna de resposta. Atenção! Essa frase tem que ser escrita 100% no positivo, logo NÃO poderá ter as palavras: não, sem, menos.

Agora comece a testar viver com a nova frase. Se sua frase realmente fizer sentido para você e não ferir nenhum valor seu, aos poucos você conseguirá ir substituindo a velha crença por essa nova.


6,492 visualizações
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Ecossistema