O que é propósito



Três perguntas marcam o início de uma sessão de Purpose Mining Game:

Por que o sim para experienciar o jogo?

Qual a expectativa dessa experiência?

O que entende por propósito?

Após os jogadores responderem, as expectativas são alinhadas, e é explicado o que é PROPÓSITO para o Purpose Mining Game.

É o que compartilho com você nesse texto!

Para entendermos propósito, sob a perspectiva do Purpose Mining Game, primeiro é preciso entender um pouco de sistemas.

A vida é um grande sistema. Fazemos parte de uma galáxia que interage com outras, de um sistema solar que se interliga com outros elementos da galáxia, de um planeta que está inserido no sistema solar, em sociedades com seus sistemas econômico, social, educacional, cultural etc, nos quais interagimos como comunidades com as pessoas do trabalho, da vizinhança, das comunidades religiosas e sociais etc, nossa família é um sistema e até nosso corpo é um sistema.

No entanto, nosso conhecimento analítico faz com que observemos tudo como EU e o OUTRO. Ou seja, percebemos os sistemas como algo EXTERNO, algo do qual não participamos, apenas nos beneficiamos ou somos vítimas dos mesmos. Separamos inclusive a nossa relação de espaço e tempo – o que acontece lá fora não implica nada em mim, e o que acontecerá no futuro não terá relação com o que fiz hoje.

Exemplos disso temos vários!!!

As pessoas que adoecem por má alimentação ou falta de exercício físico e continuam percebendo a doença como algo externo, algo que aconteceu a elas, e não algo como consequência de um comportamento e de uma falta de integração com o sistema. Ou pais que estacionam em fila dupla ao deixarem (ou pegarem) os filhos na escola e esperam que os filhos cresçam como bons cidadãos. As pequenas mentiras que cometemos todos os dias por preguiça de enfrentar e lidar com a verdade, e cobramos verdade dos nossos pares sociais. Os pequenos atos de corrupção, o papel jogado na rua, o desperdício de água, o consumo excessivo e desnecessário, entre tantos e tantos outros exemplos.

Tudo isso são atitudes nossas que adoecem o sistema. E ao invés de nos percebermos como cocriadores do que está posto, apontamos culpados e nos colocamos como vítimas impotentes de promover mudanças.

“A percepção de poder transformar o Todo requer uma mudança cabal na relação entre ‘quem vê’ e ‘o que é visto’. Quando a dualidade sujeito-objeto, própria de nossos hábitos de raciocínio, começa a dissolver, deixamos de olhar “para o mundo” do ponto de vista do observador distanciado e passamos a ver “de dentro” da coisa observada. O aprender a ver começa ao deixarmos de projetar nossos conceitos habituais, para perceber a realidade de uma maneira nova. E prossegue até conseguirmos captar com mais clareza nosso vínculo com essa realidade.”

Peter Senge et al em Presença: o propósito humano e o campo do futuro.

Esse é o primeiro ponto de entendimento do que é propósito para o Purpose Mining Game: somos parte e cocriadores da realidade.

E como a vida deseja evoluir e se perpetuar, ao partirmos desse pressuposto, podemos chegar à conclusão de que, como parte desse grande sistema chamado vida, temos a missão da evolução e perpetuação. Não apenas a vida baseada em carbono, mas todos os elementos que a compõem, por isso, a partir desse momento do texto utilizaremos Vida (com 'V' maiúsculo).

“A vida é uma propriedade dos planetas, e não dos organismos individuais.”

Harold Morowitz

Nesse sentido, eu sendo cocriador e, ao mesmo tempo, manifestação do todo (o todo se manifesta em mim), meu propósito tem a ver com a minha evolução e perpetuação e com a evolução e perpetuação de todos os outros que compõem o sistema Vida.

As filosofias hindus chamam esse propósito de dharma. Segundo a lei do dharma, assumimos uma forma física para cumprir um propósito de vida. De acordo com essa lei, você tem um talento singular e uma maneira única de expressá-lo, de forma que consegue fazer melhor que todo mundo.

“O mais alto dharma consiste em cada um cumprir intrepidamente aquele dever que lhe é evidentemente apropriado (swa). (...) Cumprir o dharma é, em si, uma fonte de alegria; é o caminho menos cerceado de barreiras.”

A interpretação da Bhagavad-Gita por Sai Baba

Esse é o segundo ponto: meus dons e talentos servem à mim e ao sistema Vida, proporcionando evolução e perpetuação.

Vicktor Frankl, psiquiatra austríaco que passou 3 anos preso em campos de concentração, na segunda grande guerra, onde desenvolveu as ideias que depois se transformaram no livro Em busca de sentido, no qual afirma que o ser humano sempre aponta e se dirige para algo ou alguém diferente de si mesmo – seja um sentido a realizar ou um ser humano a encontrar. E ele foi a prova viva de sua tese, foi o sentido que ele percebia para a vida dele que o fez ter forças para sobreviver aos horrores da guerra.

“Quem tem porque viver pode suportar quase qualquer como.”

Friedrich Nietzsche

Frankl também diz que o verdadeiro sentido da vida seve ser descoberto no mundo, e não dentro da pessoa humana ou de sua psique, como se fosse um sistema fechado. Ou seja, o sentido da vida, o propósito, exige ação!

De sentido similar Osho, mestre espiritual das décadas de 70 e 80, diz que a vida não tem sentido, mas sim, que é uma oportunidade para o criarmos! E a forma de criarmos um sentido para a vida é exercitarmos o estado de presença. Como nos diz Eckhart Tolle, o propósito interno não está relacionado com o futuro e sim com a qualidade da nossa consciência no momento presente.

“O sentido das coisas vem pela participação. Participe da vida! Participe dela tão intensamente, tão plenamente quanto possível. Arrisque tudo pela participação da vida. Se quiser saber o que é dança, não vá ver a apresentação de um dançarino – aprenda a dançar, seja um dançarino. Se quiser saber qualquer coisa, participe dela.”

Osho

Esse é o terceiro ponto de compreensão do conceito de propósito para o Purpose Mining Game: o propósito só se revela por meio da ação!

Relembrando... 1. Somos partes e cocriadores do grande sistema chamado Vida; 2. Como tal, nossos propósitos estão integrados em nossas essências para a evolução própria e de todos que compõem o sistema; 3. O propósito se apresenta para o indivíduo por meio da ação.

Para essa ação ser efetiva é preciso que nosso nível de consciência se aprofunde. Tomando como base Teoria U de Otto Scharmer, descemos o U compreendendo o sistema e nos percebendo como cocriadores do mesmo e à medida que exercitamos o estar presente começamos a conectar com um campo mais vasto. Nesse campo, na base do U, conseguimos compreender quem somos dentro do todo e qual o nosso trabalho (o que está querendo emergir por meu intermédio). E, ao tomarmos ações para a subida do U estamos colocando nosso propósito em ação, estamos materializando o mundo por nosso intermédio.

E quando assim o fizemos, o sistema Vida ajuda, colabora. Pois colocar o propósito em ação é estar conectado com a própria evolução e perpetuação do todo. Esse é o quarto ponto da definição: ao colocar o propósito em ação o sistema Vida colabora.

“Quando você age assim, descobrindo para que está aqui, as forças da natureza também se põem a seu serviço. (...) Então, ao subir o U, toda sorte de coisas começa a acontecer para ajudar na concretização de seus objetivos, coisas que você não tinha direito de esperar. De algum modo, quando está atuando a partir desse lugar, você não está só – e isso, a meu ver, se aplica tanto ao coletivo quanto ao individual.

Peter Senge et al em Presença: o propósito humano e o campo do futuro.

Resumindo: somos cocriadores do sistema que estamos inseridos, nesse sentido somos ao mesmo tempo parte e todo, temos como objetivo evoluir e perpetuar, quando agimos nesse sentido o todo colabora, pois há conexão de propósito: ser VIDA de forma próspera e plena!

Bom... É isso que entendemos por propósito!

“O principal desafio desse novo século – para os cientistas sociais, os cientistas da natureza e todas as pessoas – será a construção de comunidades ecologicamente sustentáveis, organizadas de tal modo que suas tecnologias e instituições sociais – suas estruturas materiais e sociais – não prejudiquem a capacidade intrínseca da natureza sustentar a vida.”

Fritjof Capra em As conexões ocultas: ciência para uma vida saudável

E para você, o que é propósito???



56 visualizações
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Ecossistema